Skip to main content

...

Quem é o vendor do desafio?

Bem podem lembrar-se os participantes de thabor.arautos.org que, em penúltimo post, intitulado Símbolo da peregrinação terrena, fizemos um pequeno desafio a todos de encontrarem o caminho de saída de um intrincado labirinto, passando antes pelo escudo que estava na parte superior do mesmo. Pois bem, temos a alegria de apresentar-lhes o vencedor do desafio! É um jovem […]

Ler mais

...

Símbolo da peregrinação terrena

Todos nós já nos encontramos, ao menos alguma vez em nossas vidas, em situações em que nos sentimos em “becos sem saída”. Mas, após algum tempo, acabamos de alguma forma encontrando uma saída, seja por uma intervenção do alto, seja pelo tempo que passa e desanuvia o nosso panorama. A sensação que temos, após sair […]

Ler mais

...

Testemunha da Ressurreição

Cristo morreu cerca das três horas da tarde e, como era véspera de Sábado, a partir do pôr-do-sol, não se podia fazer nenhum tipo de trabalho, nem sequer sepultar um morto. Por isso, não houve tempo de efetuar os ritos fúnebres tradicionais dos hebreus. Assim o sacratíssimo Corpo foi cuidadosamente envolto num grande pano, colocado […]

Ler mais

...

A música que não saiu da Capela Sistina

Encontramo-nos na Semana Santa. O Papa Clemente XIV preside na capela Sistina as cerimônias do Tríduo Pascal. Célebres músicos haviam sido convidados a fim de tocarem a maravilhosa composição de Allegri, o “Miserere”. Esta melodia era interpretada somente na Capela Sistina, durante a Semana Santa, e ninguém podia executá-la em nenhum outro recinto. Para garantir essa […]

Ler mais

...

Símbolo do Bom Pastor

A multissecular história da Santa Igreja Católica sempre proporciona aos católicos a possibilidade de aprender, dia-a-dia, algo novo e maravilhoso. Basta simplesmente girar esse rico “caleidoscópio” doutrinário e consuetudinário para observar aspectos sempre novos e extraordinários. Desta vez, detenhamo-nos sobre uma das mais antigas e características insígnias do Santo Padre: o pálio, uma faixa de […]

Ler mais

...

Um monge e um bandido

Numa região da Itália, vivia um monge conhecido pela sua caridade heróica para com o próximo. Quando se viam em dificuldades, grande número de pessoas recorria a ele, encontrando sempre amparo e paz de alma. Certo dia, apareceu um bandido bastante conhecido na região pelas suas atrocidades e crimes. O monge, surpreso pela inusitada visita […]

Ler mais

...

Dois irmãos hebreus, causa de muitas conversões

Afonso Ratisbonne, nascido em 1814, era judeu de religião, embora não praticante, e pertencia a uma família de banqueiros de grande projeção social. Em 1827, seu irmão mais velho, chamado Teodoro, converteu-se ao Catolicismo, tornando-se sacerdote e rompendo com a família que, a partir de então, pôs toda a sua esperança de futuro no jovem […]

Ler mais

...

O chamado de São Pio V

No mês de outubro de 1513, um ancião e um jovem, ambos frades dominicanos, ao viajarem pela alta Itália, encontraram um pastorzinho de dez anos, brigando com uma cabra mal comportada. Tendo visto os dois religiosos, deixou tudo e correu até eles para oscular-lhes as mãos. – Como te chamas? – Pergunta o padre prior. […]

Ler mais

...

A castidade consagrada II – (continuação)

A virtude da castidade é como um valioso objeto de cristal, muito delicado, o qual deve ser carregado com extremo cuidado, para poder conservar-se intacto. Inúmeros recursos naturais e sobrenaturais existem ao nosso alcance, com vistas a resguardar a virtude angélica. Detenhamo-nos, pois, na consideração de alguns. ♦ Disciplinar os sentidos. A finalidade da mortificação dos sentidos […]

Ler mais

...

A castidade consagrada I

A invenção do balão, no ano de 1793, foi um acontecimento mundial. Era quase impossível acreditar que um objeto de tal tamanho pudesse vencer a implacável lei da gravidade, voando sem amarras, peregrinando pelos ares, permitindo contemplar panoramas desde alturas inimagináveis… Sim, até lá conseguiu chegar o engenho humano! Ora, tudo na Criação tem uma […]

Ler mais

...

A obediência II – (continuação)

Jesus fala pelos lábios do superior –  Durante a nossa existência, os superiores que nos governam podem ir se sucedendo e, por conseguinte, apresentando diferenças de temperamento, virtude, capacidades, etc. Basta dizer que são humanos. Entretanto, essa variedade não afeta à obediência de quem abraça verdadeiramente a vida consagrada, pois ao ingressar nela, o religioso visa […]

Ler mais

...

A Obediência I

Deus é a autoridade máxima do Universo e, portanto, não deve obediência a nenhum outro ser inteligente. Sem embargo, nem Ele quis privar-se da prática dessa admirável virtude: o Verbo eterno, ao ocultar-se sob os véus de uma carne mortal, tornou-se dependente, sob certo aspecto, das outras duas Pessoas Trinitárias. Vindo à Terra, deixou-nos seu […]

Ler mais

...

Os Conselhos Evangélicos

Há, nos Evangelhos, palavras do Divino Mestre que se destinam ao comum dos homens, como mandatos a serem cumpridos, sem exceção. No entanto, em outras ocasiões, Nosso Senhor dirige-se a grupos mais restritos, como aos seus discípulos, aconselhando paternalmente modos de viver para aqueles que O quisessem seguir num caminho excepcional, à procura de maior […]

Ler mais

...

Dormitório ou cemitério?

Ninguém precisa ser profeta para prever que um dia há de morrer, pois para isso basta estar vivo. Se fizermos um levantamento das pessoas que nasceram há cem anos, pelo menos 98% delas já terá deixado esta Terra. Conforme pesquisas mundiais, a cada dia morrem aproximadamente duas pessoas por segundo. A morte, sem dúvida, é […]

Ler mais

...

Os Sibaritas não existem mais?

Como é sabido, os presentes gregos não costumam ser muito convenientes para quem os recebe… Na Antigüidade, já Tróia teve a oportunidade de comprová-lo ao ganhar o célebre cavalo de madeira. Os gregos também souberam presentear a velha região do Lácio (atual Itália central). A ela viajaram com o intuito de divulgar os seus costumes […]

Ler mais

...

Santo Afonso e o Rosário

Santo Afonso Maria de Ligório, nos últimos anos da sua vida, encontrava-se já muito doente. Sofria de paralisia nas pernas e seu pescoço permanecia continuamente inclinado. Como um refrigério no meio desse sofrimento, ele era levado de cadeira de rodas, por um irmão religioso, pelos corredores e redondezas do mosteiro,  enquanto rezavam o Santo Rosário. […]

Ler mais

...

Nos ares… a Santa Hóstia!

Quem adentra pelas ruas de Turim, ao percorrer as suas numerosas igrejas, terá a sua curiosidade despertada ao encontrar, no lado direito do altar de um desses templos, uma curiosa inscrição em latim, na qual se lê: “Recordem aqui o milagre, ajoelhem-se, venerem e olhem com temor um lugar sagrado”. O que significará isso? Graves […]

Ler mais

...

Uma curiosidade: o maior poliglota da História

A pessoa que mais línguas falou, em toda a História, foi um Cardeal chamado Joseph Mezzofanti, filólogo italiano. Falava sessenta línguas e mais de trinta dialetos, sendo o chinês o idioma que mais demorou em aprender: custou-lhe apenas seis meses… Em certa ocasião na véspera de uma batalha, certo soldado alemão procurou-o com o intuito […]

Ler mais
 
%d blogueiros gostam disto: